Sabias que existem vestígios da presença romana na Sobreda?


          Os vestígios de ocupação datados da época Romana são evidentes em diversos locais do concelho de Almada.
          Na obra de Mário Saa, As grandes vias da Lusitânia, as Casas Velhas e o Arieiro (Sobreda) são referidos como pontos de passagem da via romana nº1, Lisboa  -Mérida, um troço que seguiria  provavelmente o da atual EN 377. Mérida era a capital da Lusitânia.
          Toda a Península Ibérica era a «Hispania» do Império Romano, cheia de estradas de piso de pedra e de pontes.
Estrada romana no século XXI, «Via Apia» na Itália



         Pelos dados conhecidos  até à data, nos milénios seguintes, as populações fixaram-se em áreas mais favoráveis à exploração agrícola e à criação de gado.

       O atual território da Sobreda passou a ser um ponto de passagem e uma fronteira de defesa natural.
Presença romana na Península Ibérica
 Outros vestígios importantes
Ao longo das estradas romanas foram descoberts outros vestígios diretamente relacionados com a via como villae, necrópoles, castros romanizados, explorações mineiras e agrícolas.
Bibliografia
Adaptado do livro Sobreda – História e Património, editado pela Junta de Freguesia da Sobreda
http://anticolonial21.blogspot.pt/2013/02/tgv-portugal-e-o-investimento.html
Daniel Malheiro nº10 5º F
Alexandre Rio Maior Nº1 5ºF


Comentários